Você não está logado | Entrar | Cadastrar

Informativo

Cadastre seu email e receba as notícias do PPS





Seja um Filiado
10/06/2008

PPS e PSDB fecham alianças para as eleições e divulgam nota pública







Foto: Tuca Pinheiro
PPS e PSDB fecham alianças para  as eleições e divulgam nota pública
Dirigentes dos dois partidos acreditam que a parceria nas eleições municipais de 2008 vai fortalecer as duas legendas, que agora iniciam a construção de uma agenda de trabalho comum, mirando no cenário político de 2010.


Por: Valéria de Oliveira

O PPS e o PSDB estão fechando alianças para a disputa eleitoral de 2008 em várias cidades do país. Nesta terça-feira, o presidente nacional do PPS, Roberto Freire, reuniu-se com o senador Sérgio Guerra, presidente do PSDB, para conversar sobre a viabilização de apoios e coligações em várias cidades, principalmente nas capitais. Os dois dirigentes divulgaram nota pública (confira abaixo) oficializando a parceria e sinalizando que os dois partidos iniciam um trabalho que pode trazer novos frutos nas eleições 2010.


Já há entendimentos entre os dois partidos em Curitiba (PR), Natal (RN), Maceió (AL), Cuiabá (MT), Vitória (ES), Boa Vista (RR), Salvador (BA), Belo Horizonte (MG), Natal (RN) e Rio Branco (AC), entre outras cidades. “Em nível de direções nacionais, estaremos juntos nessas cidades; é preciso, agora, ouvir os diretórios municipais e estaduais”, disse Freire.


Um dos primeiros ítens da pauta foi a eleição de Curitiba. O senador Osmar Dias (PDT-PR); e o prefeito de Curitiba, Beto Richa (PSDB), que disputará a reeleição, pediram o apoio do PPS na capital paranaense. O secretário-geral do partido, ex-deputado federal Rubens Bueno, poderá abrir mão de sua pretensão de ser candidato para apoiar o tucano. Porém, a decisão final ainda depende do aval do Diretório do PPS em Curitiba. No Espírito Santo, o vereador Luciano Rezende, que pleiteará a prefeitura de Vitória, vai receber o reforço do PSDB. Já o deputado estadual Wober Júnior, que concorrerá à prefeitura de Natal, e que estava presente na reunião, poderá receber o apoio do ex-governador Geraldo Melo. Mas a aliança ainda não está selada. Também participaram do encontro, realizado na sede nacional do PPS, os senadores Arthur Virgílio, líder do PSDB no Senado, e Marconi Perillo, ex-governador de Goiânia.

Em Salvador, o tucano Antônio Imbassahy terá candidato a vice-prefeito o economista Miguel Kertzman, do PPS. O presidente Roberto Freire disse que a formação do bloco democrático com o PSDB vem sendo trabalhada não só pela direção nacional, mas também por meio de várias lideranças, como o deputado Raul Jungmann (PE), Regis Cavalcante (ex-secretário de Trabalho de Alagoas) e Juarez Amorim (MG), presidente do PPS de Minas Gerais.

Aliados


“O PPS é um aliado muito importante para nós”, disse o senador Sérgio Guerra. Na opinião dele, o partido tem um caráter progressista, um caráter contestatório, democrático, muito necessário ao PSDB. Vamos cultivar esse acordo, e isso implica em cultivar a aliança com o PPS no geral, para que os partidos cresçam juntos”, disse o presidente do PSDB.

Freire explicou que as Executivas dos dois partidos estão conversando para fechar apoios no maior número possível de municípios, priorizando as capitais. “No Paraná, por exemplo, vamos repetir a aliança do segundo turno da última eleição. Tanto lá quanto em nível nacional há perspectiva de estarmos juntos em 2008 e 2010”, reforçou o presidente do PPS.


 


PSDB e PPS: o Reformismo Democrático


Os presidentes das executivas nacionais do PPS e PSDB, reunidos em Brasília, comprometeram-se na busca de uma política de alianças entre os dois partidos - sem prejuízo de outras coligações valiosas e necessárias com legendas democráticas - para as eleições de outubro nas mais importantes cidades do país, principalmente nas capitais.


Além do fortalecimento do PSDB e do PPS nas eleições municipais deste ano, o compromisso de trabalho conjunto aponta também para a construção de um campo político democrático, reformista e progressista, visando, sobretudo, à construção de uma agenda de atividades comuns, que possam marcar uma nova fase para ambos os partidos.


Um dos elementos decisivos dessa proposta poderá se efetivar em Curitiba, com o apoio do PPS à candidatura de Beto Richa, do PSDB, sinalizando um projeto de governo no qual o PPS terá forte participação na busca pela realização de uma administração moderna e democrática. A mesma parceria já se concretizou em Salvador (Imbassahy-PSDB/ PPS), Vitória ( Luciano Rezende-PPS/PSDB), Cuiabá (Wilson Santos - PSDB/ PPS), Rio de Janeiro (Fernando Gabeira-PV/PSDB/PPS), e em centenas de cidades Brasil afora.


Pelo fortalecimento do Poder Local e das forças democráticas, reformistas e progressistas.


Brasilia, 10 de junho de 2008.

Roberto Freire
Presidente Nacional do PPS


Sergio Guerra
Presidente Nacional do PSDB


Matéria atualizada





Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 214 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Deixe seu comentário
Bloqueado
É preciso estar logado para deixar um comentário.
Clique aqui, cadastre-se e participe!!


Este conteúdo tem 2 comentário(s)





Enquete
Em quem você votaria para presidente do Brasil em 2018?


Outros
Michel Temer
Marina Silva
Geraldo Alckmin
Lula
João Doria
Cristovam Buarque
Ciro Gomes
Bolsonaro
Aécio Neves
Opa, selecione uma opção.










Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação | Hospedagem e Manutenção:Núcleo de Tecnologia do PPS
© Partido Popular Socialista - PPS (2008)