Você não está logado | Entrar | Cadastrar
23/11/2009

Persona non grata: Em nota, PPS repudia visita de Ahmadinejad ao Brasil







Foto: José Cruz/ABr
Persona non grata: Em nota, PPS repudia visita de Ahmadinejad ao Brasil
Essa cena é mais um triste episódio da política externa do presidente Lula.


Por: Valéria de Oliveira

O PPS repudiou, nesta segunda-feira (23/11), por meio de nota assinada pelo presidente, Roberto Freire, a visita do presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, ao Brasil. O texto diz que o líder iraniano "se notabiliza por uma postura intolerante com a comunidade internacional e com os países imediatamente envolvidos no conflito (no Oriente Médio), notadamente com Israel".

A nota afirma que, ao receber Ahmadinejad, o governo do presidente Lula descredencia-se como mediador do conflito no Oriente Médio, posição que parece querer assumir, conforme acrescenta o texto. O PPS condena também o fato de o presidente do Irã negar o holocausto e a violência que praticada contra seus opositores na política interna, como na repressão às manifestações contra as fraudes nas eleições nas quais Ahmadinejad foi reeleito.

No final, o PPS diz que a visita é "mais um triste episódio da política externa do presidente Lula, que se tornou célebre por ostentar um viés abertamente ideológico, que subordina os interesses nacionais às suas preferências partidárias e pessoais". Leia a íntegra abaixo.

 

Mahmoud Ahmadinejad: persona non grata

O Partido Popular Socialista – PPS – manifesta de público seu repúdio à visita do presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, ao Brasil e reafirma sua preocupação com os descaminhos de nossa política externa.

O governo Lula, ao receber Ahmadinejad no Brasil, em vez de habilitar-se, como parece pretender fazer, descredencia-se como um mediador do conflito no Oriente Médio, pois esse líder se notabiliza por uma postura intolerante com a comunidade internacional e com os países imediatamente envolvidos no conflito, notadamente com Israel. E não pode haver mediação sem que as partes queiram dialogar.

Nas questões internas do Irã, também irrompe-se a truculência de Ahmadinejad. O mundo não esquecerá as dezenas de pessoas feridas e mortas nas manifestações contras as fraudes nas eleições que renovaram o seu mandato. A violência ficou marcada nas cenas que correram o planeta, a mais chocante delas foi a da morte da jovem Neda Soltani, de 16 anos, covardemente assassinada pela polícia.

O atual Presidente do Irã, repetidas vezes, ofende a memória da humanidade, gravada fortemente pelo horror, ao negar o holocausto do qual foram vítimas mais de 6 milhões de judeus, durante a Segunda Guerra Mundial; advoga ele até mesmo o fim do Estado judeu no Oriente Médio, na contramão de todas as conquistas do humanismo e da civilidade.

Para agravar essa postura de pária da comunidade internacional, o Irã insiste em desenvolver um programa nuclear fora do controle internacional, o que tem elevado o nível de tensão numa região já bastante conflagrada

Este é mais um triste episódio da política externa do presidente Lula, que se tornou célebre por ostentar um viés abertamente ideológico, que subordina os interesses nacionais às suas preferências partidárias e pessoais, transformando a movimentação do país no complexo cenário internacional em subsidiária de causas menores e moralmente indefensáveis.


Roberto Freire
Presidente

Brasília, 23 de novembro de 2009.





Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 97 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Deixe seu comentário
Bloqueado
É preciso estar logado para deixar um comentário.
Clique aqui, cadastre-se e participe!!


Este conteúdo tem 5 comentário(s)





Enquete
Em quem você votaria para presidente do Brasil em 2018?


Outros
Michel Temer
Marina Silva
Geraldo Alckmin
Lula
João Doria
Cristovam Buarque
Ciro Gomes
Bolsonaro
Aécio Neves
Opa, selecione uma opção.










Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação | Hospedagem e Manutenção:Núcleo de Tecnologia do PPS
© Partido Popular Socialista - PPS (2008)